Nossa logomarca tem três elementos:
Externamente, a última letra do alfabeto grego – o Ômega;
internamente, a primeira letra do  alfabeto hebraico – o Aleph;
centralizada, a imagem da cruz!

O que isto  significa:
Primeiramente, a unidade pactual entre os dois testamentos (duas alianças, duas dispensações) – Antigo e Novo.
Esta unidade tem seu vínculo na cruz do Calvário, em Jesus Cristo, o theanthropos da Aliança.
Ademais, as duas letras representam o início da revelação divina (o Aleph hebraico) e o encerramento dessa mesma revelação (o Ômega grego), circunscrita ela na Escritura Sagrada.
A cruz representa, ainda, o caráter redentivo da revelação, para os salvos, e o caráter judicial, para os perdidos!

Idealização: surgiu no ano de 1985, por concepção do então aluno Eliezer Monteiro Reis.
Passaram-se trinta anos: aquele ex-aluno é, já de algum tempo,  professor da casa.