CPM-B9

Obedecer e glorificar a Deus, tornando o RDNE um “celeiro pró-missões”. Fomentar estudos teológicos de nível superior, preferencialmente aliados a estudos complementares específicos, voltados para ação missionária, aproveitando todas as oportunidades e facilidades do seminário.

  • A urgência escatológica desse empreendimento, cujo fim principal é glorificar ao Senhor, no cumprimento do Seu mandato da “Grande Comissão” – Mateus 28.18-20; Atos 1.7,8.
  • O avanço dos “últimos dias” proféticos – tempo em que vivemos – que adverte quanto à proximidade do fim dos “fins dos tempos” – I Coríntios 10.11.
  • A constatação de oportunidades para expansão da consciência missiológica – Colossenses 4.5.
  • A “superpopulação” pastoral urbana brasileira, especialmente na região Sudeste, e a conseqüente saturação da capacidade de absorção de novosministros nas igrejas já organizadas – Romanos 15.20.
  • O imperativo de otimizar, de modo mais relevante, o aproveitamento daestrutura e das facilidades do seminário, seu espaço físico e sua localidade – Ageu 2.8.
  • Oferecer estudos teológicos com ênfase em missiologia.
  • Prover, ao lado da formação teológica do seminário, estudos e treinamento prático custeados por bolsas, mediante parcerias, convênios e alianças.
  • Disseminar a causa e as demandas missiológicas contemporâneas, cultivando consciência e despertamento vocacional de alta amplitude.
  • Monitorar os estudos teológicos de estudantes missiologicamente chamados e vocacionados, admitidos como candidatos.
  • Conduzir os alunos bem sucedidos à montagem e consecução de projetos missionários de relevância, através de agências conveniadas (em especial, as da IPB).
  • Dedicar especial atenção a candidatos com formação profissional adicional, para que se tornem aptos a servir a comunidades enquanto evangelizam.
  • Cultivar a mais ampla consciência possível no corpo docente do seminário, no tocante ao presente projeto, de modo a perseguir-se a mais eficiente e produtiva convergência para com os seus alvos.

NOME

Pro-Missio, em latim, aglutina dois vocábulos: PRO + MISSIO; a primeira partícula significa “antes”, “adiante”, “à frente”; a segunda, vem do verbo MITTERE, que significa “mandar”, “lançar”, “enviar”. “Celeiro” vem também do latim – cellarium; desde os tempos medievais, é o nome do depósito de provisões.

Neste projeto, este nome representa a iniciativa do seminário, a favor (e em favor) de missão, de missões, tornando-o um “celeiro missionário”.

.

PRECEDENTES

O Seminário Teológico Presbiteriano “Rev. Denoel Nicodemos Eller” detém um histórico compromisso com a preparação de obreiros com identidade confessional, com segurança doutrinária, e com espírito devotado, livres da sucumbência ao espírito do “presente século”. Além das ênfases vocacionais já cultivadas, uma nova toma seu espaço, junto às demais até então cultivadas: missiologia. O conceito missiológico que aqui se almeja destacar tem o sentido mais amplo: inclui tanto o empreendimento transcultural, quanto o intracultural; abrange o esforço por evangelização e plantação de igrejas “tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia, e Samaria, e até aos confins da terra” (Atos 1.8). Sem ignorar o aspecto primário – histórico e escatológico – desse comissionamento, o seu princípio faz-se ora aplicado: “Jerusalém” é a nossa Belo Horizonte; “toda a Judeia e Samaria” é o nosso Brasil, em toda a sua variedade étnica; “os confins da terra” são todas as etnias, todos os espaços culturais e geográficos além das fronteiras nacionais. Quando o livro comemorativo dos 30 anos do seminário (contados desde 1976) recebeu o título “De Minas Para o Mundo”, a motivação ora mencionada já estava presente, embrionariamente.

Agora, completados mais que 40 anos de existência, diversos ex-alunos do RDNE, servindo como missionários pelo Brasil e pelo mundo, contando suas experiências, vieram somar vetores à presente motivação. Outro fator de encorajamento foi a presença, conduzindo a conferência missionária de agosto de 2016, do Rev. Elias dos Santos Medeiros (professor de Missiologia no RTS, Jackson, USA); das conversas particulares desse preletor com nosso diretor surgiram novos elementos propulsores. Ademais, o ministério missionário do Rev. Ronaldo Lidório, membro de um dos presbitérios da região conciliar ligada ao seminário, tem sido fonte de alta inspiração. Por fim, os desafios dos dias em que vivemos impulsionam acentuadamente às aspirações que este projeto representa.

QUERO SER PATRONO DO CPM!

De acordo com o regulamento do Fundo de Bolsas PRO-MISSIO (CPM), custeios específicos quanto a candidatos a missões podem ser mantidos pelo “Patrono-CPM”.

Que patrocínios podem ser conveniados?

  1. Bolsa completa de estudos de teologia
  2. Meia-bolsa de estudos de teologia
  3. Bolsa completa para alimentação
  4. Bolsa completa para hospedagem
  5. Bolsas para estudos avançados e/ou complementares
  6. Bolsas para cumprimento de estágios de campo
  7. Bolsa de despesas pessoais

Mande-nos seu e-mail, para maiores informações sobre como ser Patrono no COM: cpm@seminariordne.org.br

A recompensa? É garantida:

 “Tudo quanto fizerdes, fazei-o como ao Senhor, e não para homens, cientes de que do Senhor recebereis a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo.” (Colossenses 3.23,24).
 “E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras” (Apocalipse 22.12).

1. Constituir e administrar fundo de bolsas (“Fundo Celeiro PRO-MISSIO”) para custeio de estudos (curso teológico e programas avançados e/ou paralelos) para estudantes com chamado e vocação missionários. Alocar um elemento (ou equipe) de recursos humanos para liderar a ação de captação e capitalização de recursos para este fundo.

2.Estabelecer parcerias de fomento com igrejas, instituições nacionais e internacionais, juntas e agências, empresas e profissionais liberais, para provimento do fundo, agenciamento de estágios práticos, encaminhamento de projetos missionários, até à introdução e estabelecimento no campo.

3. Proporcionar a esses mesmos estudantes programas aditivos de estudos para aparelhamento missionário: história de missões, linguística, idiomas, antropologia missiológica, missiologia intercultural, missiologia transcultural, estratégia missionária, apologética, religiões e seitas, discipulamento, plantação de igreja, Inglês, Espanhol, Francês, etc…

4. Promover a captação de candidaturas à participação no projeto, bem como os patrocínios necessários.

5. Promover eventos locais semestrais de conscientização e despertamento missionário; entre tais eventos, convites a missionários, de relevante contribuição, a prelecionar no seminário.

6. Promover e custear estágios relevantes de imersão missiológica em todos os períodos de férias, preferencialmente relacionados, de modo direto, ao seu campo de interesse, para familiarização dos candidatos sob o projeto.

7. Agenciar, em parceria com igrejas da RMBH, treinamento e projetos de evangelização para plantação de igrejas, durante o curso teológico.

8.Oferecer preparação de suporte e cooperação adequados para famílias (ou futuras esposas) desses candidatos; integrar ao Projeto EVA.

9. Prover e/ou facilitar estudos profissionalizantes complementares, para facultar a ação missionária; exemplos:

  • Informática
  • Enfermagem
  • Construção civil
  • Manejo agrícola
  • Saneamento básico
  • Eletrotecnia e/ou eletrônica
  • Música

10.Estabelecer convênios institucionais para atendimento da ação anteriormente proposta; exemplos:

  • Escolas, empresas e profissionais – setores específicos
  • Escola de enfermagem do Hospital Evangélico
  • Empresas e profissionais da construção civil

11. Constituir um conselho consultivo para o projeto.

12. Criar elos permanentes de vínculo com missionários já estabelecidos noscampos, de modo a assimilar, em tempo real, suas experiências; para tanto, usar as facilidades modernas da comunicação em áudio e vídeo, via web.

Rev. Dr. Elias dos Santos Medeiros Harriet Barbour Professor of Missions, RTS –  FITRef.  Jackson, MS (USA)

Rev. Dr. Ronaldo Almeida Lidório Professor do CFM/IPB; missionário APMT & WEC: Projeto Amanajé Manaus, AM (BR)

Rev. Prof. José João de Paula. Professor CFM/IPB, missionário de suporte APMT/IPB Patrocínio, MG (BR)

Rev. Prof. Cácio Evangelista da Silva Professor CFM/IPB, missionário APMT & Amém: Projeto Amanajé (nação Yuhupdeh) São Gabriel da Cachoeira, AM (BR)

Será constituído dos ocupantes das seguintes funções do seminário:

  • diretor
  • capelão
  • professor de teologia de missões
  • professor de missiologia transcultural
  • professor de evangelismo
  • professor de plantação e revitalização de igrejas.

PATROCINADORES
____________________________________.

ipb_logook